19.3.10

Escola E/B2 de Tramagal
Não quero ser polémico mas há coisas que não posso deixar de referir, amigo "Lamacheira e Barca",não sei o que pode acontecer a esta escola mas sei que segundo a carta educativa do concelho de Abrantes esta escola será para encerrar,também sei que o programa do P.S. da Junta de freguesia do Tramagal refere a determinado ponto o seguinte:"Acompanhar o desenvolvimento da qualificação do parque escolar conforme previsto na carta educativa",portanto o compromisso está assumido.Espero que esteja enganado mas o futuro desta escola estará traçado ou não????? Ou então a carta educativa está errada!!!!!!!

5 comentários:

Bortial disse...

Em sede própria, por razoes profissionais, já dei a minha opinião que não vale de nada. É o Estado que temos, mas há muitas culpas da anterior vereadora, Isilda Jana, relativamente à Carta Educativa do Concelho, e também do presidente. Infelizmente o destino está traçado para a Escola E/B 2.
O que me vale é que me sobram poucos anos para me libertar.

Atalaia disse...

Quer isto dizer,que não há crianças para ir à escola?!
Não me digam que a taxa de natalidade regrediu ...Então o que é feito da jovem população tramagalense? O que é que esperamos disto?...Mais desemprego...Ai Ai, qualquer dia teremos a paisagem dos edificios escolares,a mesma que nos mostra o TZ no post da caminhada de 28 de Fevereiro uma paredde com cerca de 120 metros destelhada.

Lamacheira e Barca disse...

Está visto que é para fechar. Espero que não com a mesma finalidade com que fecharam a de São Facundo, onde hoje funciona um café e onde as mesas que outrora serviam para aprender, servem hoje para engordar burgueses com alardos petiscos.

Rosa Oliveira disse...

Os senhorees desculpem a intromissão... nem sei, do que falam...mas, costumo vir aqui ler de quando em vez.

Uma escola desactivada que vem a servir de café para engordar burgueses é muitíssimo deprimente. Mesmo! Uma escola desactivada numa localidade, serviria melhor, poor exemplo, para albergar um Museu Comunitário... reunindo as memórias daqueles que a frequentaram, uma exposição fotográfica e tal... estou a divagar... das salas de aula de outrora e as mais recentes... bem como outras memórias patrimoniais que a comunidade viesse a definir como importantes e, claro, também podia ter um cafézinho para convívio e biblioteca e centro de documentação e...

Há localidades que agarraram uma ideia semelhante.

Desculpai a intromissão...

TZ disse...

Não precisa pedir desculpa, todos os comentários são benvindos. Concordo com a sua ideia. Recordei já ter escrito sobre isso: ..."acho que em qualquer povoação a escola devia ser a última casa a fechar"..., fui à procura, soube-me bem vasculhar nos cafundós do blogue e encontrar essas palavras em Setembro de 2003.