30.9.10


Não sei se é para chorar de riso
ou se para morrer de riso
o que é certo é que anda a europa a rir conosco.
A europa não, eu diria até o mundo . . .
Isto foi ontem!
Imaginem hoje depois de saberem as ultimas medidas(?) dos nossos "governantes".
É mesmo para morrer e não de riso !!!

4 comentários:

D´Atalaia disse...

Olá amigo TZ

É muito engraçado ver-mos a boa desposição do senhor,mostra-nos como são tratados os assuntos económicos deste país perdendo-se tempo e dinheiro,dando prioridade a assuntos que só dizem respeito a minorias.Pena é que seja uma montagem legendária porque o sr. nunca entraria numa situação dessas com um pais onde os portugueses são uma parte significativa da imigração naquele pais...E com muita reputação.Dizem os conhecedores da língua germânica,que este discurso feito em Alemão, nada tem a ver com a legendagem em português.Mas que está lindo e com muita piada é uma verdade.

Cumprimentos
Z.M.

D´Atalaia

Tramagalense disse...

Nada disto me surpreende. Um país de fachadas políticas, onde se fazem obras caras e sem utilidade, onde o povo se consome no futebol, as gargalhadas de gozo de outros povos em relação ao nosso não constituirão uma surpresa. No momento que atravessamos, os políticos nacionais são o verdadeiro entrave ao desenvolvimento de um país que podia ser muito melhor do que aquilo que é. Para finalizar, basta ler um qualquer livro de Eça de Queiroz com incidência política para ficarmos a saber que o mal já é velho.

TZ disse...

Atenção. As legendas, conforme disse D´Atalaia são uma montagem. O ministro teve um ataque suiço enquanto discutia uma qualquer norma relacionada com a produção de carne... isto é mais para nós nos rirmos dele, do que ele de nós,... é sorrir, que tristezas não pagam dívidas :)

Tramagalense disse...

Confesso que acreditei na "seriedade" da galhofa. Mas que é verdade que a Europa se ri de nós isso não é nenhuma montagem. Já fui confrontado com perguntas do género:
-Porque é que as obras em Portugal nunca são acabadas.
- Porque é que nos espaços públicos o futebol está sempre nos ecrãs de televisão,incluindo o aeroporto, etc, etc.

No entanto e depois de rever o vídeo, pensei que seria de extremo mau gosto e pouco dignificante que um ministro de um outro país e em especial da Suiça, se dirigisse a colegas governantes de um outro país nestes termos.

De qualquer e repito, isto não significa que sejamos motivo de chacota porque a realidade é essa.