11.2.10

Era uma vez:
.
.
Trancrevo esta notícia para fixar dados e referências.

4 comentários:

João Baptista Pico disse...

Desses 5.500 veículos, até podiam ir todos para o Alentejo. Possivelmente, seria residual o número dos que penetravam no Tramagal.
Agora dos 4.000 que entram e saem na A-23, entre o Entroncamento e Abrantes é que me convencem. Muitos deles, não desdenhariam da atravessia da Ponte no Tramagal.
Porque nesses 4 000 entre Entroncamento e Abrantes estão os que vão para Constância Sul, Arripiado, Área Militar do Polígono de Tancos e Santa Margarida, e Chamusca.

Manel disse...

ó pico ja ninguem aguenta as suas bacoradas, o senhor vê tudo e sabe tudo a muitos anos de distância, é um homem muito à frente com uma grande visão :)

Já pensou ir para bruxo??

Há mais de cem anos que o senhor visionou a ponte do Tramagal, muito à frente sim senhor, esquece-se é que à cem anos atrás os transportes eram feitos com carroças, tudo trabalhava a 5 à hora, hoje tudo gira à velocidade da luz...deixe o antigamente e evolua se for capaz...de velhos do restelo estamos todos fartos e cheios...

O Tramagal precisa de uma ponte moderna, que se mantenha actual e dê resposta por muitos e muitos anos e não de uma pontezinha de quintal...
Deixe de dizer bacoradas sobre coisas que desconhece, que as pessoas estão fartas de parvoices...

João Baptista Pico disse...

Há cem anos com "H" o Rossio (METALÚRGICO e não só!!!)já levava 40 anos de vida com as três PONTES na sua terra, todas por volta de 1870, a saber:
PONTE FERROVIÁRIA do ROSSIO às Barreiras do Tejo;
PONTO RODOVIÁRIA
e
PONTE FERROVIÁRIA (Corta-cabeças) já na foz do Rio Torto...
Mesmo que houvesse muitos transportes feitos com carroças, nem todas eram servidas por BURROS!!!
.
NEM BRUXO,
NEM CEGO,
E MUITO MENOS BURRO!
Prefiro ajudar outros a fugirem dos asnos que zurram por aí...
.
E ainda por cima BURROS CIUMENTOS, porque não há outra explicação para se incomodavam assim tanto com as críticas que faço...
VARREM-SE, quando os obrigo a raciocinarem tanto e não encarrilho com as patacoadas que ouvem das vozes dos donos no "Cabeço"...

João Baptista Pico disse...

O "manel" do comentário das 16:18 no post anterior reincidente no comentário atrás das 16:30 não conseguiu disfarçar o ódio que lhe turvou a mente.
Num lado elogiou o depósito da água, mas criticou-me porque se não fosse a barragem esse depósito, segundo a sua original e excelsa interpretação não teria existido... Como se a água corrente não desse para ser captada no mesmo local da Ribeira do Souto, onde há 160 anos construíram uma ponte hoje submersa pela barragem, e hoje apesar de toda a tecnologia, nada mais lá foi construído...
.
NOUTRA PASSAGEM AFIRMOU: "O Tramagal precisa de uma ponte moderna que dure muitos anos, etc,"...
TODAVIA, os anos foram passando e hoje, já se percebeu que a ponte do IC 9 foi engôdo para empatar tramagalense - e que resultou mais uma vez - e daí, manda o bom senso que ninguém se deixe desarmar e desencorajar.
Teimar na ponte para o Alentejo é tudo fazer para que o IC 9 fique a "matar" qualquer alternativa nos próximos 10 ou 20 anos. E não sei se o Tramagal ainda será recordado daqui a 20 anos, se desde já não obtiver uma ponte...
Caso contrário, TRAMAGAL, será mesmo o "quintal" de Abrantes a caminho da desertificação...
Os tais 5 mil habitantes a menos em 2030, de onde podem sair senão do Tramagal e outras freguesias límitrofes?
De Alferrarede e do Pego ou de S. Vicente não serão certamente...
.
PERANTE ISTO, o"manel" já conseguiu um GRANDE APOIANTE no tal TRAMAGALARENSE...
Talvez arranje mais um ou dois como ele... Ou centenas deles, pois o PS com muito menos já arranjou centenas de apoiantes por lá...
AGORA, não conseguirá NUNCA é AJUDAR AO PROGRESSO DO TRAMAGAL. E isso é que é mais importante para qualquer abrantino digno e amigo do verdadeiro progresso do concelho.